FAQPortalInícioRegistrar-seConectar-se

Durante anos, a existência da magia e dos próprios bruxos fora mantida em segredo, com os cuidados do Ministério da Magia. Mas agora, algo ameaça isso que eles tanto prezam. O que pode acontecer se as opções escolhidas no passado colocarem em risco o futuro?

Nos últimos tempos, o controle de criaturas mágicas tem sido muito mais rígido, devido às ações de segurança do, então eleito, novo ministro da magia. Segundo ele, essas criaturas inferiores não necessitam de metade dos direitos impostos por seu antecessor.

Seguindo suas ordens, o Ministério passou a controlar o número de indivíduos de cada raça, assim como demarcar o seus territórios mais rigidamente. Com o controle e o território rigidamente estruturados, as condições foram de mal a pior, e como conseqüência algumas raças começaram a se rebelar.

A noticia da extinção de uma delas incentivou a criação de um grupo contra o ministério. O profeta diário, diz ser de fonte segura a informação publicada na edição do dia 29 de Setembro de 2052, a qual afirma que há no mínimo dois representantes de cada raça, aparentemente liderados por um centauro.

Murmúrios levaram os acontecidos até Azkaban, mesmo o ministro tentando pessoalmente abafar o caso. O movimento nas poucas celas ocupadas começaram a surgir, e pouco tempo depois houve uma inevitável fuga, ocasionada pela falta de atenção do ministério para com a vigilância de seus prisioneiros.

Apesar dos grandes esforços na busca, alguns deles ainda não foram encontrados, e por esse motivo o ministério precisou se manter alerta para este fato também. Os problemas começaram a surgir e estão cada vez pior, as esquinas nunca foram tão ameaçadoras. E agora, o Ministério sozinho já não é o suficiente.


Período - What's going on now?


Dia: 23/11/2052, Sábado
Início do Período: 29/05/2010
Fim do Período: 25/07/2010
Tempo:
11°C, tempo frio com ventos se intensificando no meio da tarde, céu aberto.
Lua: Cheia
Ações: - Visitação ao povoado de Hogsmead
- Ações da trama
- Outras ações diversas
Aulas: Período livre de aulas






Rodrigo
Felipe
Amily
William
Amanda
Ramires



Slytherin 149
Gryffindor 085
Ravenclaw 111
Hufflepuff 108




The Star

Sorata Matsuri
A pirralha. Dentre as pessoas ali ela seria a primeira que eu imaginaria negando-se a aparecer. Kamui rodou os olhos quando encerrei a conversa amigável que estávamos tendo e fui na direção da mesa. Do modo silencioso que me aproximei, seria improvável que ela tivesse notado minha aproximação, já que estava de costas.

- pensei que seria a última pessoa que veria por aqui... – comentei, quando estava próximo, cruzando os braços enquanto observava sua figura.


The Villain

Lúcifer Deimos
- Você agindo desta maneira me parece mais um gatinho acuado do que um anjo , Gabriel.

Lucifer riu da tentativa falha de gabriel de lhe assustar e com a mão que ainda lhe prendia voltou a lhe prender conta a parede desta vez apertando seu corpo contra a mesma, e fazendo com que a Varinha do Enkelis caísse no chão.

- Não precisa ter medo, deixe-me começar e você vai pedir por mais.


The Gentleman

Ongaku Matsuri
- Calma, calma... eu tenho um plano! - fez uma pausa imaginando que palavras usar - Você deve ter percebido que eu andei sumido por estes tempos, não? É por que eu estava treinando uma magia antiga, é uma técnica antiga que já foi usada por alguns bruxos muito poderosos para defender seus tesouros. - achou melhor não comentar que foi usado, também, para eliminar inimigos - Eu aprendi a fazer inferis! A frase saiu muito pior do que ele havia imaginado, agora ele parecia ser um maníaco. Magia das trevas, quebrar regras básicas do colégio e se colocar em risco. O mal estava feito, nada mais se podia fazer, a não ser esperar para ver o que o primo acharia disto.

The Lady

Júlia de Andrade
Mas antes de subir, encontrei com Seto. Ele parecia meio indeciso sobre de onde assistir o jogo e eu realmente tive de sorrir com isso. Ele era um grifinório, o natural seria torcer pelos vemelhinhos, mas Marcelo era um dos melhores amigos dele e primo e Akane... Bom Akane era a irmã dele.

Acho que realmente ficar na arquibancada da grifinória e acabar acidentalmente ouvindo alguém incitar um batedor a lançar um balaço nela não seria algo lá muito saudável para ele... Ou para quem disse tal coisa, óbvio.

- hn... Sabe, você podia esquecer da sua casa e subir comigo – disse apontando a arquibancada da corvinal. - melhor que ficar indeciso no meio do caminho. Eu sei que você vai acabar torcendo pelo Marcelo e a Akane de qualquer maneira... – disse dando de ombros.


The Comedy

Kimihiro Matsuri
Eu quero ver, quero quero quero quero quero! Nhaaa será que meu Onii-sama deixaria eu ver o caderninho dela? '0' Não custa perguntar né? Afinal, quem tem boca vaia a Roma, no caso, fala com o irmão misteriiii~

Logo ela saira da biblioteca e eu ficara sozinho com Sorata. Pela primeira vez no dia estávamos a sós e juntos. Assim pude fazer aquilo que eu queria fazer desde manhã cedinho. Abraçar meu irmão com força até esmagar ><'' Um abraço forte e quente era o que eu costumava dar em meu irmão quando estávamos juntos. Eu me sentia confortavel perto dele, protegido literalmente '0'

-Aquela pasta, me deixou confuso. Desde quando você escreve partituras? Não me contou algo assim, que cruel ;3;''


The Romance


Guilherme de Andrade e Gabriel Enkelis
- É só um abraço... Certo? – perguntou, um pouco de hesitação era visível no tom de sua voz o qual Gabriel provavelmente notou.

– Não Guilherme, é só um pretexto para eu te agarrar aqui mesmo e te beijar... – Disse Gabriel serio para Guilherme quando o mesmo questionou o seu pedido de abraço, depois um sorriso bem calmo apareceu no rosto do sextanista. – Brincadeira. - antes que se arrependesse da sua decisão ou Gabriel continuasse a falar, Guilherme encurtou a distância, o abraçando de uma vez.

Era ao mesmo tempo estranho, mas nostálgico. Parecia ao mesmo tempo certo e errado... E ele não conseguia definir aquela situação com palavras por que, sempre que tentava, elas pareciam contraditórias demais...


The Moment

Telbalt Yura
Logo ele notara que alguém começara a cair da vassoura. Mas que coisa, mal começara a temporada de Quadribol e Tebalt já teria a chance de atacar alguém que sanguraçe no meio do campo. Seria uma cena épica. O vampiro lutando para se controlar enquanto aquele sangue fresco escorrega sobre a grama molhada pela chuva de madrugada. Seria uma sensação de extremo agrado...Prazer. Afinal, não havia nada melhor que o sangue fresco de alguém.

-Será que ela chega ao chão...?-Falou bem baixinho e mentalmente torcia para que sim, queria sangue...Queria muito sentir o cheiro, só de pensar já começava a sofrer as alterações corporais.





Horcruxes Rpg


Para fazer parcerias com o nosso fórum, logue na conta Parcerias com a senha parceria123 e mande uma mp para The Locket com o link do seu fórum e o código do botton. Assim que o nosso for adicionado às parcerias, estaremos adicionando o seu:


Two-Way Mirror RPG The Requiem ImperiusNova EraGOD BLESS UMinistry Of Magic RPGPoint MeDrumstrang rpgFórum grátis



Horcruxes Rpg é hoje uma realização de Rodrigo, Will, Lipe, Vanne, Rami, Amily e Amanda. Nossos agradecimentos também a Bel e Miguel que nos ajudaram no início do fórum a tornar isso possível.

Layout do fórum por Amanda com imagens retiradas do site Deviantart. Código do css-base por esmé do RCR com modificações e adaptações feitas por Amanda.

O conteúdo, no entanto, foi baseado nas obras de J.K. Rowling, com adaptações para a trama e história do jogo, mas nós não temos nenhum lucro com isso.

Creative Commons License

Horcruxes Rpg © 2009

Compartilhe | 
 

 Aiko Ayanami Nakajima

Ir em baixo 
AutorMensagem
Aiko Nakajima
Jornalista Investigativa do Shiruyosan
avatar

Número de Mensagens : 10
~.x.~.x.~ : ~.x.~.x.~
Força : 1
Agilidade : 6
Equilíbrio : 5
Mira : 5
Reflexo : 6
Inteligência : 7
Riqueza : 5
Raça : Humano / Mestiço
Profissão : jornalista investigativa do Shiruyosan
Característica Especial : Oclumente/Legilimente
Característica Especial : Animaga (borboleta)
Objeto Mágico : vira-tempo
Player : Amanda-chan

MensagemAssunto: Aiko Ayanami Nakajima   Qui Abr 02, 2009 6:36 pm

FICHA DE INSCRIÇÃO PARA ADULTOS

..:: Dados do Player ::..


Amanda (oh yeah) XD


..:: Personagem ::..
Now, know your most nightmare…


Nome: Aiko Ayanami Nakajima
Idade: 21 anos
Raça: mestiça
Data de Nascimento: 17/01/2066
Local de Nascimento: Kanagawa, Japão


..:: Atributos ::..
Know what she can do...


Animagia (borboleta) +1 agilidade +1 equilíbrio +1 reflexo

Força: 1
Agilidade: 5+1=6
Equilíbrio: 4+1=5
Mira: 5
Reflexo: 5+1=6
Inteligência: 7
Riqueza: 5



..:: Família ::..
The creators of the disaster...


Pai: Hiroto Nakajima
Mãe: Ritsuka Sakimoto Nakajima
Irmãos: não tem, é filha única (graças a Kami-sama, imagina outra que nem ela por aí?)
Outros parentes: o primo Yuki Nakajima, o infeliz enganado coitado
Situação financeira da família: Boa. O salário de jornalista que ela recebe é bem razoável, sabiam? XD



..:: Descrição Física ::..
How she looks...


Olhos: castanho-escuros e puxados como é comum nos orientais.
Cabelo: ruivo escuro, próximo do castanho que vão até a metade das costas e lisos, mas com um pouco de volume, que no fim dá um certo movimento e vida aos cabelos quando ela mexe a cabeça.
Altura: 1,72
Estrutura do corpo: corpo esguio, com curvas nos locais certos e sem exagero, pele clara e macia, poderíamos dizer que se não fosse jornalista Aiko teria tudo para ser modelo.
Avatar: Nanami Kuroki



..:: Descrição Psicológica ::..
The irritating personality...


Personalidade: Aiko é aquele tipo de gente que é intrometida e tem a cara de pau de admitir isso. Um tanto supérflua e muito curiosa, a jovem é muito curiosa e apesar de ser um tanto nervosa, na hora "h", se é para conseguir uma reportagem ela se mete até no meio do perigo. Porém, também é muito arrogante e narcisista, então tenha certeza de que você vai odiá-la, especialmente se ela estiver no seu pé por uma reportagem.
Anseios: ganhar o prêmio de melhor jornalista do ano huhu
Medos: perder a reportagem do século



..:: Vida Profissional ::..
The profession it is like a glove...


Profissão: Jornalista investigativa do Shiruyosan (e fofoqueira de plantão nas horas vagas he)
Varinha: Salgueiro, 28 cm, fio de cabelo de veela. Boa para encantamentos e feitiços de ocultamento.



..:: Extras ::..
The tools to get what she wants...


Características Especiais: Legilimência/Oclumência
Características especiais: Animaga (borboleta)
Objeto Mágico: Vira-tempo



..:: Ação ::..
A sample of what this crazy is capable of a gossip...


Spoiler:
 
Novamente ela estava atrás de um grande furo. E como sempre, ela não podia perder a oportunidade.

Ela sempre este um passo a frente dos colegas e concorrentes. Por quê? Bom ela tinha seus truques, truques estes que lhe garantiam agora estar ali, podendo testemunhar em primeira mão a reportagem da semana.

Escondida de modo que ninguém jamais iria desconfiar, porque afinal que desconfiaria de uma inocente borboleta entre as flores na janela? Convenhamos que ninguém. Mas é porque não sabiam que ela era uma animaga.

E ali estava ela testemunhando a reunião mais secreta do conselho de segurança nacional. Quer mais?

Que outro jornalista na história chegou tão longe? Ela poderia com clareza ouvir tudo o que eles diziam e depois escrever uma reportagem na íntegra sobre o assunto da reunião dos poderosos.

- Como todos sabem, estamos aqui reunidos por um assunto de extrema urgência, ou eu não convocaria o conselho desta forma – afirmou o ministro sério, sem saber que estava falando aquilo tudo bem próximo de uma atenta jornalista.

Estava tudo indo às mil maravilhas e com toda certeza Aiko teria sua reportagem com um ultra-mega furo, mas isso se um dos membros do conselho não tivesse olhado totalmente desconfiado para a borboletinha na janela e estreitado os olhos.

Aquele era o mais astuto dos membros do conselho, que era formado pelos chefes de departamento do ministério. E o pior para Aiko era saber que ela não sabia quase nada sobre o mesmo para poder atacar de algum modo.

Aquele era Shinjirou Takirai, o chefe de departamento de execução das leis mágicas.

- permita-me fazer uma breve interrupção Sr. Ministro, mas estamos sendo observados por certas pessoas indesejáveis... – disse olhando para a borboleta entre as flores. Foi então que os outros membros do conselho notaram a borboleta e só então estranharam o fato de haver uma borboleta justamente ali naquela sala.

Para acabar com o suspense, um dos outros membros do conselho apontou sua varinha e pronunciou o feitiço que tiraria a prova quanto à natureza da borboleta.

- homorfo

Vocês podem imaginar a situação: o feitiço claramente obrigou a nossa jornalista a voltar a sua forma original, sendo claramente descoberta.

- Srta. Nakajima... A que devemos a honra de sua visita? Ainda mais sabendo que esta é uma reunião fechada para a imprensa... – por algum motivo que Aiko não sabia ela simplesmente não gostava daquele homem. Takirai sempre lhe parecia frio demais, de algum modo lhe dava arrepios nada bons com aquele olhar que parecia que até mesmo podia matar.

- o povo tem o direito de saber do que vocês tanto tentam esconder. Eu sou a pessoa que leva a verdade ao povo. Hello... Vocês não conhecem uma coisa chama "liberdade de impensa"? – sim, ela falou tudo isso não se importando nem um pouco com o fato de:

1- ter sido descoberta bisbilhotando segredos de estado o que por si só já poderia a fazer ser presa
2- estar falando com o ministro e os chefes dos departamentos do ministério da magia e não com qualquer pessoa que se encontra na rua
3- estar sendo tremendamente enxerida
4- e faltando com respeito ao falar aquilo tudo para aquelas pessoas.

É, ela estava ignorando muitas coisas ao fazer isso. Ela realmente tinha uma tremenda cara de pau pra fazer isso.

Talvez por isso que ninguém soube exatamente como agir ali quando ela começou a falar, porque sério quem imaginaria que poderia existir uma pessoa com tamanha falta de vergonha na cara?

- Srta. Nakajima... – o ministro parecia se controlar para não sair dizendo o que realmente queria dizer para jornalista, que era uma das principais pedras no sapato do ministério, sempre se metendo onde não devia. – essa é uma reunião confidencial e os assuntos aqui dizem respeito à segurança nacional. A população saberá de tudo quando for apropriado e...

- mas mais um porque para levar essas informações ao povo. Se o assunto é segurança nacional, interessa ao povo saber disso. Porque é a segurança deles que está em jogo! – exclamou a jornalista.

- ministro... Eu poderia? – perguntou Takirai se levantando e deixando a frase no ar. O ministro entendeu o que o outro queria dizer e acenou afirmativamente. - queira me acompanhar – disse ele puxando a jornalista pelo braço, que claro, não queria ficar na sala, mas estava sendo irremediavelmente arrastada para fora, uma vez que o chefe de departamento era muito mais forte que ela...

- hey, me solta! Você não tem o direito de me impedir de levar a verdade ao povo isso vai contra a constituição... – reclamou enquanto era arrastada pelos corredores do ministério até o elevador que a levaria para a recepção do ministério de onde seria encaminhada a se retirar do mesmo.

- creio que já causou distúrbios demais por aqui hoje, Srta. Nakajima. Quero deixar bem claro: é bom eu não ver mais você se metendo por aqui e bisbilhotando, ou tratarei pessoalmente de lhe dar ordem de prisão. E garanto que nada pode ser mais desagradável do que passar uma temporada em uma prisão bruxa. – disse ele sério, lançando um olhar fez a jornalista se calar.

Porque ela podia ter muitos defeitos, mas tinha num sexto sentido que lhe fez ter terríveis calafrios com as palavras e o olhar daquele sujeito. Ele era realmente sinistro...

- creio que então estamos entendidos... – fez um sinal para alguns guardas que estavam no corredor que se aproximaram – levem a Stra. Nakajima até a porta do ministério e tenham certeza de que ela não irá retornar a entrar aqui hoje – disse e voltou pelo mesmo caminho da sala de onde vieram.

E embora esperneasse, reclamasse e xingasse Aiko não conseguiu voltar para bisbilhotar a reunião... Aquele teria sido um grande furo... Realmente uma pena ter dado tão errado...

Mas claro que da próxima vez (e haveria uma próxima vez, porque ela era louca de tentar de novo) vela seria mais discreta e não desperdiçaria outra chance.

Porque esse era o seu trabalho, levar a verdade às pessoas.


"Another History, uma aventura pelo mundo da magia japonesa que vai conquistar você."

_________________

..:: Aiko Ayanami Nakajima ::..
mestiça x 21 anos x jornalista investigativa do Shiruyosan (fofoqueira de plantão nas horas vagas) x animaga (borboleta) x Oclumente/Legilimente

Cor da Aiko: Magenta


Última edição por Aiko Nakajima em Sex Abr 03, 2009 9:15 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiko Nakajima
Jornalista Investigativa do Shiruyosan
avatar

Número de Mensagens : 10
~.x.~.x.~ : ~.x.~.x.~
Força : 1
Agilidade : 6
Equilíbrio : 5
Mira : 5
Reflexo : 6
Inteligência : 7
Riqueza : 5
Raça : Humano / Mestiço
Profissão : jornalista investigativa do Shiruyosan
Característica Especial : Oclumente/Legilimente
Característica Especial : Animaga (borboleta)
Objeto Mágico : vira-tempo
Player : Amanda-chan

MensagemAssunto: Re: Aiko Ayanami Nakajima   Sex Abr 03, 2009 9:09 am

..:: História ::..
The complete description of a disaster


Agora vamos então conhecer a história de vida dessa nossa pedrinha no sapato de rostinho tão adoravelmente doce.

Aiko Ayanami Nakajima nasceu em Kanagawa, Japão, filha de pai bruxo e mãe trouxa. Quando veio ao mundo claro que ninguém tinha a mínima idéia da dor de cabeça que ela ainda causaria quando chegasse a se tornar adulta.

Porque se tivessem acho que Hiroto e Ritsuka teriam pensado melhor antes de permitir que isso acontecesse. Quer dizer... Se você chegou até essa história com toda certeza deve ter lido sobre a última aventura dela no ministério e então sabe muitíssimo bem o que ela aprontou tentando espiar a reunião secreta do conselho de segurança e o ministro.

E aquilo não é nem um décimo do que ela costuma aprontar, então realmente, não os culpo se estiverem com a cara no chão. Porque até eu, que escrevo e narro as aventuras dessa garota, estou pasma com o que ela faz.

Desde pequena Aiko sempre viveu entre os dois mundos. Enquanto por um lado sabia tudo sobre o mundo mágico, por outro também estava inserida no mundo trouxa e por isso mesmo obtinha conhecimento e apreciava tanto as coisas de um quanto do outro mundo, embora claramente tivesse uma inclinação a gostar mais do mundo mágico, principalmente depois dos sete anos, quando fez sua primeira mágica.

Isso, no entanto não significava que ela não se interessasse pelo mundo trouxa: muito pelo contrário. Alguns de seus principais passatempos envolviam horas na internet, ou assistir a televisão.

E ela era absolutamente vidrada nisso. Adorava especialmente os telejornais e programas de entrevistas, o que desde cedo já demonstrava sua inclinação em seguir uma carreira ligada com a imprensa.

Aos onze anos, antes de ir para Shiruiki, teve sua primeira experiência com jornalismo. Bom não exatamente, mas Aiko resolveu montar uma página na Web contando sobre as "notícias" do seu bairro (que era essencialmente trouxa).

O problema é que a maioria das notícias eram meio que... Coisas que não se deve espalhar por aí (e que pra piorar ela ainda colocou fotos para comprovar) e que acabaram por fazer com que muitos casamentos, namoros, amizades e afins ficassem bem abalados.

Então digamos que ela ter ido passar o ano longe, em Shiruiki veio em boa hora, porque metade da vizinhança realmente queria a cabeça da garota em uma bandeja depois do estrago que a página dela andou causando he.

Já em Shiruiki, fez várias amizades por ser extremamente comunicativa. Não era o tipo de pessoa que fica calada e, por isso mesmo, ela ainda seria muito popular (e também odiada) em sua vida escolar.

A casa para a qual ela foi selecionada? Qual você acha?Sabe acho que a maior parte das pessoas que aqui chegaram imaginaria que Sumeragi, mas pasmem, ela foi de Hidaki.

Agopra não me perguntem o que fez a Senzo Sakurazai escolher essa casa para uma garota que, de corajosa, tinha era nada. Qualquer coisinha já a assustava e, convenhamos, ela sempre foi meio escandalosa. Um bichinho mais nojento que passasse perto dela e já era um deus nos acuda, com direito a subir em cima da primeira cadeira que visse pela frente.

Lamentável, eu diria.

Mas, indo mais além, nas aulas em si nunca houve motivo para reclamações sobre Aiko. Porque apesar de conversar horrores e os professores realmente não saberem mais como fazer para calar a boca da jovem, seu desempenho era ótimo, absolutamente nenhuma nota abaixo da média em matéria alguma.

Parece que mesmo conversando, a mente de Aiko ainda assim conseguia processar todo o conteúdo da aula com extrema facilidade.

Uma mente brilhante, mas que tinha que se ser usada para propósitos tão supérfluos no maior parte do tempo. Um desperdício total.

Quadribol não fazia parte, no entanto, de seus talentos. Montar em uma vassoura e praticar um esporte bruto daqueles para levar um balaço na cabeça? Estava louco por algum acaso?

Não, era melhor assistir e especular sobre a vida dos jogadores, claro.

Em seu quinto ano, ingressou no curso extra de animagia. Por quê? Porque ela simplesmente já pensava no quão útil poderia ser se tornar um animal daqueles bem pequenos e poder ouvir as conversas alheias.

E demorou apenas um ano para que ela conseguisse seu intento e finalmente dominasse o conhecimento da animagia, aprendendo a se transformar em uma graciosa e pequena borboleta, a qual facilmente poderia se misturar às mais variadas paisagens a fim de ouvir as conversas dos outros.

Mas Aiko não parou por aí não. Desde que ela leu em um livro sobre a legilimência e o que a arte poderia fazer, começou a se interessar em aprender aquela arte tão avançada, porque quer alegria melhor para uma fofoqueira do que poder ler a mente dos outros? Te juro que não existe.

Mas o problema era como fazer isso, quem poderia lhe ensinar tal coisa?

Bem, ela arranjou a solução ao descobrir uma informação realmente valiosa.

Ela tinha um primo em segundo grau por parte de pai a quem nunca dera importância que estudava no mesmo ano que ela, embora fosse de Sakeiji. Yuki Nakajima era o nome dele. E sabe que para a sorte dela (e azar do primo) ela descobriu que o mesmo sabia (de algum modo, como ela não chegou a descobrir) as artes da ocumência e legilimência.

O fato era que ela descobrira que o primo gostava de uma das suas colegas, uma garota muito popular da sua turma, Reila Terami. E Ela meio que ameaçou contar para toda a escola que ele gostava da garota caso não lhe ensinasse as duas artes.

E ela não estava brincando, tinha provas, especialmente uma confissão que ela gravou do primo bêbado nas férias dizendo que gostava da garota. É, ela não dava um ponto sem nó. E assim, começou a aprender com o primo sobre a tão famosa arte.

Demorou até quase o final do sétimo ano dela em Shiruiki para que finalmente dominasse as duas artes. E finalmente, quando já conseguia razoavelmente o fazer, se deu por satisfeita e para o alívio do primo, lhe devolveu o material com o qual o tinha ameaçado todo aquele tempo.

Foi talvez um dos poucos segredos que Aiko não chegou a revelar para as outras pessoas, talvez porque afinal o primo lhe tinha sido útil, ou talvez porque, no fundo, ela ainda tenha algum caráter e um resquício de vergonha na cara...

Bom, seguindo adiante na história, depois de se formar com louvor em Shiruiki, Aiko já sabia muito bem no que pretendia trabalhar: era mais que óbvio que sua curiosidade por descobrir os segredos dos outros e a vontade de contá-los para as outras pessoas lhe atraiu para o jornalismo. Porque, basicamente, era isso que os jornalistas faziam: descobriam as coisas e depois escreviam contando para todo mundo que lê os jornais.

A carreira perfeita. Mas para trabalhar, ainda havia alguns itens interessantes que ela pretendia juntar com as habilidades incomuns que aprendeu, a fim de que nada pudesse a impedir de conseguir a matéria que queria.

Que itens eram esses? Bom ela queria um vira-tempo e uma capa da invisibilidade.

Legal não? Como se fosse entrar em uma loja e sair comprando esses itens. Coisa como essas não eram assim tão fáceis de se conseguir.

Mas lembre-se de quem estamos falando, certo? Aiko era uma mestra em descobri e se intrometer em tudo quanto é assunto em busca das informações que queria. E foi assim que ela descobriu um verdadeiro vira-tempo em uma loja escondida no magical recant.

O dono queria uma quantia horrivelmente exorbitante pelo item, algo que Aiko não poderia pagar. Mas ela era esperta o suficiente para negociar. Negociar a partir de certas informações que ela descobriu graças à legilimência sobre a situação da loja. Sabe, ele vendia algumas coisas realmente... Como poderia dizer ilegais na mesma e uma batida do ministério não seria nada agradável, assim como uma reportagem de capa o jornal não seria também nem um pouco bem vinda..

Assim, ela conseguiu o vira-tempo sem precisar gastar um nuque. Inteligente? Muito. Ainda mais quando, no dia seguinte ela fez a reportagem que ameaçou fazer e que veja só, foi a reportagem de capa do jornal. E não era um jornal qualquer, ela trabalhava no Shiruyosan, o jornal de maior circulação no Japão! Isso porque nessa época ela era estagiária, mas cm o sucesso dessa reportagem, logo ela conseguiu subir ao patamar de Jornalista.

Até hoje ela procura, mas infelizmente, pelo menos para ela (e uma alívio para quem quer que ela resolva investigar), nunca conseguiu encontrar uma capa da invisibilidade para sua coleção de itens preciosos.

Essas capas eram realmente itens muito difíceis de serem encontrados. Quem sabe algum dia mais para o futuro ela não ache uma...

Atualmente sua maior preocupação é em descobrir o que o ministério anda escondendo sobre a segurança nacional. Várias foram suas tentativas de testemunhar as reuniões do conselho e assim descobrir a verdade, mas nenhuma dessas deu nem remotamente certo, na maioria das vezes por culpa do chefe do departamento de execução das leis mágicas, o misterioso Shinjirou Takirai, sobre o qual ela não conseguiu até hoje descobrir muito. Mas ela não vai desistir tão fácil, então o conselho que se cuide, porque ela continua a solta por aí viu?

_________________

..:: Aiko Ayanami Nakajima ::..
mestiça x 21 anos x jornalista investigativa do Shiruyosan (fofoqueira de plantão nas horas vagas) x animaga (borboleta) x Oclumente/Legilimente

Cor da Aiko: Magenta
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
The Taiyo
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 598
~.x.~.x.~ : ~.x.~.x.~
Força : 10
Agilidade : 10
Equilíbrio : 10
Mira : 10
Reflexo : 10
Inteligência : 10
Riqueza : 10
Player : Rodrigo

MensagemAssunto: Re: Aiko Ayanami Nakajima   Sab Abr 04, 2009 6:45 am

OMG...

parece que teremos muito trabalho para ocultar nossos segredos...
Suas habilidades são muito eficientes no seu trabalho... então as use com sabedoria

Aprovada, lógico^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Aiko Ayanami Nakajima   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aiko Ayanami Nakajima
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Another History :: Para jogar :: Fichas de Inscrição :: Fichas Aceitas :: Outros-
Ir para: